Amigos

domingo, 18 de junho de 2017

NA SOLIDÃO DAS ESTRELAS

QUADRO DE VAN  GOGH


No  Universo que contemplo
Parte dele ou do  Todo, senti
construir em mim
a ideia de Infinito...
São os pontos luminosos
que de tão longe ou de perto
fazem de mim componente
de toda a esfera circundante...
E fazer parte do Todo faz
de alguém que o compreende
a ilusão de ser o Tudo
na plenitude de Deus.
Não há solidão nas estrelas,
nem no espaço do Universo,
porque apenas somos parte
da  consciência do Ser.
Diante do Cosmos vibrante,
abro a janela e contemplo,
como num sonho ou ilusão
aquilo que me parece,
mas que já sei que não é,
a solidão das estrelas...
Pois, o vazio não existe,
preenchido pelas luzes
que se dividem e se expandem
na  grande esfera brilhante
de uma Consciência  Maior.
E no espanto do encanto
que esta ideia me produz
só posso pensar que somos,
Eu , você, e todo o mundo,
o espelho que reflete
a  Sagrada Face de Deus.

Guaraciaba Perides




10 comentários:

  1. Bah, também gosto de me sentir parte do todo.
    Aí parece que o toco conspira comigo
    E eu sigo...

    abraço

    Lola

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lola,somos parte do Todo e sentir fazer parte Dele nos dá a Paz que precisamos.
      Um abraço

      Excluir
  2. Guaraciaba,que palavras sublimes em seu poema!
    "Somos o espelho que reflete a Sagrada Face de Deus".
    Amei.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  3. Oi,Carmen ...somos todos Um em essência com o Universo, mas carecemos de evoluir para alcançar a semelhança;
    Um abraço

    ResponderExcluir
  4. Divino poema. Me senti agora com um milhão de braços e braços longos que preenchem o espaço e encontra outros braços no amor fraterno. Lindo minha amiga, grande na sua visão espacial da humanidade. Que sejamos sempre esse "espelho". Um grande abraço

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lourdinha, obrigada...o dia que alcançarmos o reflexo perfeito alcançaremos a redenção de toda humanidade...por enquanto já basta sabermos que fazemos parte.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Na beleza deste e de tantos outros universos dos quais nem sabemos a existência ainda, espelha-se a infinita inteligência do Criador cujas leis são perfeitas...nada é acaso, tudo se encadeia, pois a lei maior do Amor nos destina à felicidade. Nos sentirmos parte integrante deste todo é a liberação de toda a solidão, para sempre...irmãos do pó e das estrelas, dos animais e das plantas, dos humanos e alienígenas, nunca estaremos sós.
    Obrigado pelo seu lindo poema enfeitando a noite...um carinhoso abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ghost e Bindi...compartilhamos a mesma visão de Universo e de que na verdade Somos Um em sendo infinitos na multiplicidade.
      Um abraço

      Excluir
  7. Olá Guaraciaba,

    Postagem lindíssima!
    Poema fantástico, que nos remete à espiritualidade.
    Aliás, todos os seus poemas são de grande beleza e sensibilidade.

    Obrigada, querida amiga, pela maravilhosa companhia no tempo que caminhamos juntas pela blogosfera! Amei interagir e com você. Admiro muito o seu trabalho poético.
    Claro que estarei no face para continuar alimentando a nossa amizade. Logo que puder estarei retornando por lá.
    Imensamente grata por tudo!
    Tudo de bom para você!
    Beijão.

    ResponderExcluir
  8. Obrigada Vera Lúcia, estimo muito a sua presença e amizade. Há tempo para tudo, alternadamente as vezes.
    um abraço

    ResponderExcluir