Amigos

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

O GRILO FALANTE

Aquele grilo da história
Aquele que não se cala
Aquele que não se amedronta
Diante da verdade dos fatos

Aquele que olha nos olhos
Que enche de brio o valente
e põe coragem nos fracos

Aquele que na noite escura
Retira o sono  dos justos
Faz o milagre da  fé
onde a esperança se cala

Persiste na fala mansa...
pondo o algodão nos ouvidos
e suas palavras são notas
de música na solidão

Vem de manso, como amigo,
Resistente quando quer
trazer de volta o perdido
no sonho de alguém que vaga
sem o sentido do querer

Este  meu  e nosso amigo
Vem com ares de menino
Faz brincadeiras de jeito
que todos podem entender...

Mas na calada da noite
Entre o véus de sonho, embala,
Faz a verdade vir   à tona
E não há como dela escapar...

E na memória persiste
mesmo que a razão insista
em dele se ocultar...

Não há como possa fazê-lo -
pois aquele grilo da história,
faz parte da nossa história,
do mapa da nossa  vida  -

Diz respeito aos nossos sonhos
Da trajetória da alma
que se encarna neste agora
e ainda pretende viver.

Guaraciaba Perides




Do nosso  mais querido" Grilo" do Brasil  (Tom Zé)em uma visão introspectiva


 e para completar ainda Tom Zé na sua magnífica composição  o "grilo social"
na música" Senhor Cidadão"



   
Que os nossos grilos sejam nossos melhores conselheiros...



14 comentários:

  1. OI GUARACIABA!
    ESTOU ESCREVENDO, VENDO E OUVINDO O SEGUNDO VÍDEO, "SENHOR CIDADÃO" QUE EU JÁ CONHECIA E QUE É UM GRITO DE REVOLTA SEMPRE ATUAL.
    TEU TEXTO É LINDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Zilani, fiz o texto e depois fiquei pensando no complemento musical...na pesquisa achei em Tom Zé o grilo mais falante e verdadeiro que poderia imaginar...com graça e sem hipocrisia ele fala todas as verdades.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Uma poesia encantadora e reflexiva!
    Um grilo falante que não se cala diante dos fatos.
    Bjs Guaraciaba e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carmen, obrigada pela gentileza e pelocomentário.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. A harmonia preenche os seus dias, Guaraciaba, e não é por acaso. Qual jardineira atenta, nunca para de a cultivar, de a reformular, de a aconchegar...

    Boa música!


    Abraço :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada A,C. pela gentileza do comentário.
      Um abraço

      Excluir
  6. Olá, Guaraciaba!
    A poetisa sempre criando belos poemas, como este, "
    O Grilo Falante", que se inicia com estes versos:

    "Aquele grilo da história
    Aquele que não se cala
    Aquele que não se amedronta
    Diante da verdade dos fatos"


    Um abraço, minha amiga.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro, obrigada pelo comentário...o nosso grilo falante de nossa consciência sempre nos aponta a verdade mas quase sempre procuramos evitar o seu cri cri...
      um abraço

      Excluir
  7. Bom dia

    Visitando, gostei muito do seu blogue e da poesia nele inserta. Fiquei seguidor

    Deixo cumprimentos poéticos.
    .

    ResponderExcluir
  8. OI, Gil, feliz com sua visita e comentário...
    Obrigada e um abraço

    ResponderExcluir
  9. Obrigada Guaraciaba pela visita e os cumprimentos ao aniversário do meu Prazer de Escrever.
    Bjs e um ótimo final de domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia

    Retribuindo a visita e desejando uma semana feliz. O seu poema é maravilhoso
    .
    Hoje: { Se o pôr-do-sol eu pudesse abraçar }
    .
    Deixo cumprimentos poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada Gil António...apreciei muito a sua inspiração poética...sensibilidade ímpar!
      Um abraço

      Excluir