Amigos

sábado, 6 de setembro de 2014

O MÁGICO SHOW

 MAGIC SHADOW  SHOW

Chorus;
In and  out, above, below
Phantom figures come and go,
Just  a magic  shadow show
Come, love, watch with me.

It may be sad, it may be fun,
The leaves of life fall one  by one,
The wine of life too soon is done
In the magic shadow show.

A loaf of bread and you and me
A jug of wine beneath the tree,
We will sit and will see
A magic shadow show

A thousand blossoms of today
Will soon be scatered into clay
Today becomes a yesterday
Magic shadow show

Leave tomorrow and yesterday
With old Khayyam come sip today
Listen to my Rubayat,
Magic shadow show

Could you and  I with fate conspire
Remould this  scheme of things entire
Nearer to hearth's desire

Matt McGinn

Nota: esta canção foi adaptada de um poema de Omar Khayyam



Proposta de tradução:

Refrão:
 Dentro e fora, acima , abaixo
Figuras ilusórias vem e vão
Somente um mágico show de sombras
Venha, amor, assistir comigo

Pode ser triste, pode ser divertido,
As folhas da vida caem uma a uma,
O vinho da vida tão breve se vai
no mágico show de sombras

Um pedaço de pão e você e eu
Um jarro de vinho embaixo de uma árvore
Nós sentaremos e veremos
Um mágico show de sombras

Mil flores que hoje florescem
Breve estarão esparsas no chão
O hoje se torna  ontem
Um mágico show de sombras

Deixe o amanhã e ontem,
Com o velho Khayyam vamos bebericar hoje
Ouvir o meu Rubaiyat
Um mágico show  de sombras

Poderia você e eu conspirar com o destino
Remodelar inteiramente este esquema de coisas
mais perto do desejo do coração
Com um mágico show de sombras

(traduzido por Guaraciaba Perides)


      Ouça a música  e aprecie o show de sombras              

                                                         

Refletindo sobre a letra , vamos aproveitar o  presente e usufruir nele o dom da vida !


28 comentários:

  1. Que bonito tem muitas coisas que a gente
    ouve mas não sabe a tradução aqui vemos e gostamos
    elogios mais uma vez

    Desejo um domingo feliz!


    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rita...gostei muito desta música, sobretudo da mensagem.Que bom que você gostou!
      Obrigada pela presença e comentário.
      Uma semana de amor e de paz.
      Abraço

      Excluir
  2. Olá, Guaraciaba, bom dia de domingo, bom tudo
    Vim lhe trazer um verso, e lhe convidar a refletir junto comigo;
    I
    Lágrimas despejadas, amargas, em desobrigas de ir embora.
    E já não basta terços, rezas e patuás, que outrora consolava
    Em rodas de ritos, a cólera maldita, assobiante com o ebola
    Agride a terna Mãe África, desesperada, pelos filhos, chora.

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, José Maria ...são contundentes versos e realmente necessitamos de aprofundar a reflexão sobre a África, não da gloriosa que deixou para a humanidade os seus mistérios de antiga civilização, na inexplicável engenhosidade racional, artística da civilização egípcia, mas na África espoliada de suas riquezas materiais e humanas através do colonialismo europeu que disseminou a pobreza por onde passou, atingindo todas a etnias .A África que segundo os esotéricos foi o berço da humanidade tem sido também um lugar de expiação e quem sabe também lugar de redenção.
      Um abraço

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Que mensagem tão linda!!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pérola, obrigada pelo comentário.
      Um abraço

      Excluir
  4. Adorei essa mensagem amiga Guaraciaba,perdão a demora.
    bjs e obrigada pela visita
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen, obrigada...vamos procurar fazer do tempo presente sempre o melhor mas não esquecer o que
      o passado nos legou de experiência e afeto.
      Um abraço

      Excluir
  5. Deixemos o amanhã e o ontem e vamos celebrar a festa das sombras! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ives...Omar Khayyam em seus poemas dizia que a vida é efêmera e por isso ela tem de ser usufruída no prazer do viver presente...falava muito de rosas, vinhos e amores.Entretanto, ele que assegurava que nada persiste tem a sua obra lembrada desde séculos até hoje...
      Um abraço

      Excluir
  6. ".A África que segundo os esotéricos foi o berço da humanidade tem sido também um lugar de expiação e quem sabe também lugar de redenção." Achei divina essa sua frase, que diz muito de você, da sua visão social, do seu conhecimento e cultura, da sua sensibilidade e coração nobre. Assim te vejo amiga, "Uma grande mulher"
    .
    "Linda a canção. Mil flores que hoje florescem
    Breve estarão esparsas no chão
    O hoje se torna ontem
    Um mágico show de sombras"

    Uma verdade. bjs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Lourdinha... é difícil entender o sofrimento humano... as civilizações aparecem, deixam o seu legado e desaparecem chegando novos senhores que se arvoram em donos do poder para serem despojados depois...
    e assim a humanidade vai caminhando sem que possamos saber qual será a nova civilização que será construída ou qual será o aprendizado que sobreviverá...Deus permita que seja o da solidariedade e da paz, que o que se gasta na guerra possa ser utilizado para sobrevivência digna das nações...quando será a redenção?

    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Ola amiga,que beleza teu post. Não conhecia esta canção e nem o show das sombras,adorei.Meu grande abraço e beijo.SU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzane...obrigada pelo comentário. Tenho encontrada muitas músicas lindas na língua inglesa com letras de grande poesia e idéias de muito sentimento.
      Um abraço

      Excluir
  9. Um dia entrei com meu primeiro blog.
    Sem imaginar construia
    um cantinho onde viesse habitar estrelas e cometas.
    Na minha vida muita coisa mudou
    Desse dia
    em diante passei a ser Fonte de Amor.
    Nome dado ao meu primeiro habitar.
    Quanto mais o tempo passava
    amizades lindas fui encontrando.
    Outros habitar fui construindo
    até entrar com o blog que mais
    tarde eu daria nome ao meu primeiro livro.
    Agradeço a Deus por tamanha conquista.
    Hoje venho comemorar
    com você mesmo atrasada meu aniversário.
    A lembrança desse dia deixei na
    postagem coso gostar ofereço com muito carinho.
    Um abençoado final de semana.
    Paz ..amor..Evanir.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Evanir... O dia do aniversário é uma data muito especial...é como uma renovação de votos de amor à vida Parabéns! tudo de Bom e de Bem

    um abraço

    ResponderExcluir
  11. Oi Guaraciaba!! Não conhecia esta música e amei a mensagem.
    As coisas simples da vida nos tornam tão mais felizes!
    Beijos e uma bela tarde pra você!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mariangela. obrigada pelo comentário.
      Um abraço e uma feliz semana
      Um abraço

      Excluir
  12. Olá!
    Bonita melodia e post de muito bom-gosto. Aprecei!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. Lindo o que nos apresenta. Sentimento, luz e guarida!

    Gostei e vim e achei muito interessante o comments que deixou nos "7degraus"
    Agradeço,

    Maria luísa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi , Maria Luisa, gosto muito de sua poesia... identifico-me com suas formas de sentir e pensar.
      Obrigada pelo comentário, Volte sempre.
      Um abraço

      Excluir
  14. Parabéns, Guaraciaba, não só pela tradução mas pela feliz escolha da magia do teatro de sombras, com belíssima melodia e letra. Considero fantástica, essa arte: as figuras são incríveis, e me levaram à infância, quando gostava de ver minhas mãos refletidas em sombras na parede, em forma de pássaro ou de um cão...(apenas...rsrs). Uma maravilha,de post...obrigada!
    Meu abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lúcia...também gostei muito desta música, sobretudo da letra que revela bem o espírito de Khayyam .
      Ele que considerava o efêmero da vida perpetuou-se ao longo da história (uma ironia de Deus)...o teatro de sombras foi um achado e também me levou de volta à infância....somos da mesma geração e era uma
      brincadeira muito gostos da época....só fazia o passariho (rs)...Meu pai gostava muito dessa brincadeira.
      Um abraço

      Excluir
  15. Olá, Guaraciaba

    Em Sampa, tempo de sol e vento, tudo junto e misturado. Estamos na Primavera. Dias claros, mais curtos. Ainda, assim, venho te desejar um bom tempo de Paz e Alegria. Até porque, todo mundo quer um dia de sábado, para zoar. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, José Maria...de fato, São Paulo é assim, um estranho sabor de um alimento que faz mal e bem ao mesmo tempo...muita fumaça, uma secura no ar e de repente um sabiá canta perto de sua janela e um outro pássaro diferentão vem comer na sua mão no Ibirapuera.
      Um abraço e Feliz Semana

      Excluir
  16. OI GUARACIABA!
    A MÚSICA É LINDA E O TEATRO DE SOMBRAS UMA VOLTA AO PASSADO, TEMPO DE INFÂNCIA, ADOREI.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir