Amigos

sábado, 28 de setembro de 2013

AMSTERDÃ (ideário)*


Percorrendo os campos azuis
que levam ao por do sol...
no claro escuro das telas de Rembrandt
quero sentir o ar de Amsterdã.
Girando em moinhos de vento,
sentir o passado, presente
nas asas do tempo...
Nas praças,  primaveras,
tulipas desfazendo-se em
paisagens de aquarelas.
Museus, esquinas e canais,
ruas escuras, luzes, diques,
barcos, flores, frio e sol...
Nas casas, gente e vidas,
girando saudades em moinhos
ao vento.
Lirismo, fantasia, faz de conta
que  de conta faz...
E por que não, se assim o quer
a alma que habita um coração
e que da infância traz
nos labirintos que percorrem
a emoção...saudade!
Quero visitar Amsterdã


Guaraciaba Perides (2008)

*Quando eu era criança minha mãe me lia histórias de outros países...
Era um livro muito bonito com muitas ilustrações de contos europeus.
Sobre a Holanda, eu fiquei particularmente encantada pois as ilustrações
eram muito bonitas, os moinhos de vento, as flores e o fato de serem terras
abaixo do nível do mar cujas águas eram seguras por diques, o que na verdade
era para mim um mistério a mais,.Depois, as roupas , a touca e os tamanquinhos
das moças holandesas, uma delícia no meu imaginário. Ficou em poesia a minha
saudade da infância.

Passeando por Amsterdã;

I

24 comentários:

  1. Mmmmmm.
    Que lindo:
    "Faz de conta que de conta faz..."
    Amei.
    Um grande abraço, minha irmã de poesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lola, obrigada pela sua presença neste meu mundo do faz de conta..."sonhar é preciso"
      Um abraço

      Excluir
  2. De repente, Guaraciaba, você já viveu uma vida lá e a lembrança está bem guardada num gavetinha do inconsciente...A música também é linda. Beijo no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley...quem sabe. Nossas vidas são insondáveis, mas a verdade é que, de fato, alguns lugares nos são mais simpáticos.Entretanto, também pode ser produto de nossa fantasia quando de crianças nos encantamos com histórias...particularmente , um conto, de um menino que segurou uma fissura num dique holandês com um dedinho e assim salvou o país. enquanto não chegava o socorro.você deve conhecer. Um abraço

      Excluir
  3. Bom dia,Guaraciaba Perides!

    Lembranças boas ou ruins nunca se apagam....
    Parabéns pelo seu trabalho.
    Um abraço fraterno...
    Sinvale

    ResponderExcluir
  4. Pois fizeste uma linda poesia com lembranças de sua infância.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  5. Pois fizeste uma linda poesia com lembranças de sua infância.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  6. Pois fizeste uma linda poesia com lembranças de sua infância.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário.Então , Sandra ,nós somos produtos de nossas vivências e lembranças, e já ´percebi que nossas experiências da primeira infância se transformam num roteiro para nossas atividades futuras, evidentemente respeitando nossas predileções e inclinações. Um elogio feito na infância produz muito mais do que um castigo e por isso devemos ter tanto cuidado com nossos pequenos.
      Um abraço

      Excluir
  7. Ola amiga querida.nem imaginas como adorei teu post sobre Amsterdam.Tive a grande felicidade de conhecer esta beleza de lugar ,e lá estive novamente o ano passado em Maio,para visitar o parque das flores "Keukenhof" que também mostras no belíssimo vídeo.Este parque só´fica aberto neste mês,que é a explosão de encantamento de suas milhares de flores.Realmente eu me senti no meio de um sonho tão esplendoroso,que jamais na vida vou esquecer.Teu texto precioso e o video que nos presenteastes fez-me voltar de imediato á toda esta lembrança que Deus teve a bondade de me brindar.Adorei.Um grande abraço e beijo da SU.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Suzane! Eu estava pensando a quem poderia agradar uma poesia de memória intuitiva, baseada em histórias e algumas frases de amigas que sempre me dizem que Amsterdã é a" minha cara"(rs).. Mas ,de fato, simplesmente adoro as loucinhas holandesas em azul e branco e os moinhos de vento fazem minha veia poética vir á tona..Amei você ter relembrado essa maravilhosa viagem.Em tempo, para vc que ama a música e canta tão lindamente, existe uma música que conheci recentemente e é lindíssima....chama-se Windmills de Alan Bell ...é antiga e fala dos moinhos de vento ao longo da história e das costas europeias e sua relação com o trabalho com a vida das populações.vale a pena conhecer.Um abraço

      Excluir
  8. Olá Guaraciaba,

    Interessante como as histórias ligadas a Holanda marcaram você na infância. Quem sabe você já viveu por lá em outras vidas? Tudo é possível.
    Na verdade, de maneira inexplicável, costumamos ter atração especial por um determinado lugar; ou, de tanto que nos sentimos atraídos por tal lugar, acabamos desejando conhecê-lo pessoalmente. Esta época de sua infância lhe inspirou um belíssimo poema, que, no final, expressa este seu sonho de conhecer Amsterdam:
    "E por que não, se assim o quer
    a alma que habita um coração
    e que da infância traz
    nos labirintos que percorrem
    a emoção...saudade!
    Quero visitar Amsterdã"

    O vídeo é muito lindo.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Vera Lúcia...nunca pensei nisso em termos de reencarnação, mas como você mesmo disse ,tudo é possível.Acabei de ouvir a música de Raul Seixas " eu nasci há mais de mil anos atrás..." Algumas impressões ficam em nossa memória e permanecem como fundamento de nosso psiquismo, Outros fatos da nossa história que também me impressionaram foram as invasões holandesas no Brasil e o governo bem sucedido de Maurício de Nassau, o caráter cultural que inseriu em Recife , tudo isto, bem misturado, talvez tenha criado uma mística em torno (rs)...mas que a Holanda é lindinha, isso é !(rs)
    Um abraço

    ResponderExcluir
  10. OI GUARACIABA!
    GUARDASTE NO CORAÇÃO ESTES MOMENTOS COM TUA MÃE TE LENDO UM LIVRO E DELES RESULTOU ESTE DESEJO QUE TENS DE CONHECER AMSTERDAM.
    QUEM PODE SABER O QUE NOS VAI NA ALMA NÉ AMIGA?
    TOMARA QUE LOGO POSSAS IR E REALIZAR TEU SONHO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani, talvez a minha Amsterdã seja a da infância e do sonho, das imagens poéticas que ela traz do imaginário....como também tendemos a idealizar a nossa própria realidade. Mas já dei uma passada por Amsterdam através do Google Street (rs)...é bem legal! Quem sabe um dia eu a veja ao vivo e a cores...
      Um abraço

      Excluir
  11. Que lindo.
    Também tenho estas "Amsterdã"
    da minha infância.
    Bom é poder fazê-las emergir nos nossos dias.
    abraço, Guaraciaba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É. verdade, Lola,...nossas lembranças têm uma aura de fantasia que superam a realidade.Por isso ´temos saudades..
      Um abraço

      Excluir
  12. Que lindo os teus sonhos, deles falou com tanto sentimento... - Desejo que um dia possa realizá-los, e trazer para nós, não só as lembranças, como também as fotografias, que sei serão as mais lindas.
    Abraço amiga. Lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi , Lourdinha, na verdade, a Terra tem tantas belezas que em qualquer lugar do mundo uma alma poética sabe encontrar encanto.Talvez recriemos dentro de nós a energia que emana da alma da natureza...quanto mais natural, mais belo..
      Um abraço

      Excluir
  13. Guaraciaba, admiramos o toque que vc tem em seus versos...por alguma razão lembramos de nossa querida "Maria Dolores"(conhecida através das poesias escritas pela mediunidade de Chico Xavier) e seus poemas tão profundos e tocantes, pode não ter nada a ver, mas vc é um ser que nos transmite o mesmo sentimento carinhoso, desse ser que nos deu tanto de poesias vindas dos planos mais altos.

    Nosso Carinho,

    Ghost e Bindi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por tão lindas palavras...Maria Dolores...já li algumas poesias dela e realmente me emocionaram....nós no plano carnal recebemos talvez inspirações vindas dos planos mais elevados como forma de nos aprimorarmos a nossa espiritualidade. No cadinho da influências e ensinamentos subsistem na verdade um infinito amor pela vida em todas as suas formas.
      Um abraço

      Excluir
  14. Com meu carinho de sempre
    e amor incondicional .
    Estou marcando minha presença
    para desejar um abençoado final de semana.
    Desejo de coração que veja minha postagem .
    Quanto a comentar ficarei feliz mais faça aquilo
    que mandar seu doce coração.
    Beijos que sei final de semana seja na benção e na paz de Deus.
    Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Evanir... sempre passo em seu blog, a mais recente já vi e achei emocionante o seu depoimento de fé e coragem.Um grande abraço e Deus lhe abençoe sempre.
      Um abraço

      Excluir