Amigos

sábado, 13 de agosto de 2016

AS ONDAS VÃO E VEM...

Um por de sol
Aves no círculo da luz
Ao longe um navio
Apenas um ponto
na linha do horizonte.
no chão de pedras...pedras
Na praia branca e deserta
as ondas vão e vem...
as ondas vão e vem...
as ondas vão e vem...
E, eu, pra onde vou?
De alma azul,
sorrindo prata,
garimpando estrelas,
dando asas ao sonho
de viver a vida...
Que o que importa
é o agora...
E o agora é sempre 
a nossa vez...
Pense uma canção  e solte a voz no tempo
No seu olhar agora há luz do céu azul
e  as ondas a bater na praia
cantam  p'ra você 
uma canção de amor...
Vida, vida, vida...
Nada mais  importa , nada mais se quer
Apenas o fluir das ondas,
no tempo do  agora..
no tempo de amar..

Guaraciaba Perides

Mar Interior    canta Rubi

Um quadro de Henri  Matisse   POLYNESIA

9 comentários:

  1. Olá, Guaraciaba.
    Com mar, sol e amor... que mais há-de se querer de uma vida?
    E "o agora é nossa vez" - que bom que assim fosse sempre, incondicionalmente ;)
    Bonito poema que me levou nas ondas.

    bjn amg

    ResponderExcluir
  2. obrigada, Carmem...um momento de paz... acontece de vez em quando, um momento em que prevalece o agora em vida plena...
    um abraço

    ResponderExcluir
  3. Uma verdadeira oração Guaraciaba,bem ao dia de hoje em que comemoramos o dia dos Pais.
    Adorei.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carmen,na verdade é mais uma meditação, uma busca interior pela paz... que os nossos pais tenham encontrado e os pais que amam seus filhos possam usufruir de ter seus filhos em seu redor aqui e agora.
    um abraço

    ResponderExcluir
  5. Olá Guaraciaba.
    Gostei muito de seu poema,“As ondas vão e vem...”,
    que termina com estes belos versos, que transcrevo:

    "Nada mais importa , nada mais se quer
    Apenas o fluir das ondas,
    no tempo do agora..
    no tempo de amar.."

    Parabéns.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Olá Guaraciaba.
    Gostei muito de seu poema,“As ondas vão e vem...”,
    que termina com estes belos versos, que transcrevo:

    "Nada mais importa , nada mais se quer
    Apenas o fluir das ondas,
    no tempo do agora..
    no tempo de amar.."

    Parabéns.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Pedro. obrigada, momentos de serenidade em contato com a natureza são momentos mágicos suspensos no tempo.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. igualmente Gigi...muita alegria e saúde.
      Um abraço

      Excluir