Amigos

sábado, 21 de maio de 2016

SOMOS NÓS...

PERGUNTAS  DE   UM  TRABALHADOR   QUE    LÊ

Quem construiu a Tebas de sete portas?
Nos livros estão nomes de  reis.
Arrastaram eles os blocos de pedra?
E a Babilônia várias vezes destruída -
Quem a reconstruiu tantas vezes?  Em que casas
da Lima  dourada moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros, na noite em que
       a Muralha da China ficou pronta?
A grande Roma está cheia de arcos  do triunfo.
Quem os ergueu?  Sobre quem 
Triunfaram os Césares ?  a decantada Bizâncio
Tinha somente palácios para seus habitantes? Mesmo
         na lendária Atlântida
Os que se afogavam gritaram por seus escravos
Na noite  em que o mar a tragou. 

O jovem Alexandre conquistou a Índia.
Sozinho ?
César bateu os gauleses.
Não levava sequer um cozinheiro ?
Filipe  da Espanha chorou, quando sua Armada
Naufragou. Ninguém mais chorou ?
Frederico II venceu a Guerra dos Sete Anos.
Quem venceu além dele ?

Cada página uma vitória.
Quem cozinhava o banquete ?
A cada dez anos um grande  homem.
Quem pagava  a conta ?

Tantas histórias.
Tantas questões.

(Bertold  Brecht ( 1898- 1956)


PORQUE CANTAMOS   DO POETA  MARIO BENEDETTI = CANTA  NACHA  GUEVARA




"Em  vez de serem apenas livres,
esforcem-se para criar
um estado de coisas que liberte a todos
e também o amor à liberdade
torne supérfluo!
Em vez de serem apenas razoáveis,
esforcem-se para criar um estado de coisas
que torne a  desrazão de um indivíduo
Um mau negócio."

Bertold  Brecht



14 comentários:

  1. Guaraciaba,gosto de tudo que você posta e suas escolhas são sempre
    maravilhosas.
    Bjs amiga e obrigada por nos compartilhar.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen, houve um momento de nossa história que os ideais eram aqueles de valorização e igualdade...surgiram tantas propostas e tantas falharam....apesar de tudo a caminhada embora lenta traz progresso à humanidade.
      Um abraço

      Excluir
  2. Respostas
    1. oi, Gigi, que seja lindo e que seja amigo!
      um abraço

      Excluir
  3. Ai, Guaraciaba, que temo que continue sem respostas ;)
    "tornar a desrazão de um indivíduo mau negócio" parece-me boa pedida! Mas... até quando esperaremos - talvez o mesmo tempo que temos que esperar pelas outras respostas =)

    bj amg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmem, é verdade, a história da Humanidade desenvolve-se em ciclos de dominação onde o coletivo é agente passivo da expressão da classe dominante, daí o perigo da desrazão de um Indivíduo ou uma ideologia exercer o domínio sobre o todo . Por isso que a liberdade tem que ser o nosso bem maior
      Um abraço

      Excluir
  4. Respostas
    1. Oi, Gigi, assim seja para todos nós!
      Um abraço

      Excluir
  5. Palavras sábias e tão atuais...! Por quanto tempo a história será contada pelos vencedores, pelos saqueadores, pelos reis que nada fizeram senão colocar um polegar para cima ou para baixo? E de quem derivaram os políticos atuais, que se julgam intocáveis. O mundo há de mudar...está mudando...aos poucos, infelizmente, mas a roupa suja dos poderosos está sendo exposta e lavada, é já um pequeno começo.
    Uma deliciosa semana pra você!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "quantas guerras terei que vencer por um pouco de paz"...parece ser a saga humana, mas penso que só será possível quando não houver mais vencidos ou vencedores e sim somente um propósito : de sermos todos iguais nos direitos e nos deveres. Será sonhar demais?
      Um abraço

      Excluir
  6. OI GUARACIABA!
    ASSIM É, NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE, MESMO QUANDO OS HOMENS DETENTORES DO PODER SE ACHAVAM ACIMA DO BEM E DO MAL, ALGO ACONTECIA E SÓ AI, SE DAVAM CONTA QUE ERAM APENAS SERES HUMANOS, TARDE DEMAIS PARA ELES, PORQUE A VIDA CONTINUA E MUDANÇAS HAVERÃO, POIS NÃO HÁ MAL QUE SEMPRE DURE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Zilani...a história se encarrega de fazer o julgamento e aqueles que quiseram implantar o seu domínio acabaram por serem destruídos por seus próprios feitos, mas enquanto isso, quanto sofrimento! E a história continua...
      Um abraço

      Excluir
  7. Guaraciaba,
    Seu post só tem feras: Brecht, Benedetti, a bela música, e a cantora excelente, que não conhecia.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os ideais são sempre belos e a ideologia sempre é perfeita...mas quando se tenta colocar em prática há sempre a diferença entre a teoria e a prática. Enquanto isso não custa relembrar as belas poesias e canções de um passado não tão distante enos faziam sonhar com um mundo melhor.
      obrigada.
      Um abraço

      Excluir