Amigos

domingo, 11 de outubro de 2015

JOGOS DE PODER

No quartel de Abrantes, segredos de Polichinelo
No Carnaval de Veneza, agora,
se define o tudo... agora se escancara
o nada.
A chave do segredo é bem guardada...
Na sociedade secreta do mistério,
vamos colocar leões na praça,
vamos fazer o circo que  êles querem...
Representar bandeiras escondendo o jogo,
fazer caretas, simular trapaças.
Já se colocam as peças deste jogo...
as brancas contra as pretas, já se sabe,
já se pontuam os Bispos ao seu controle ...
Avançam as negras simulando ataques,
recuam as brancas, postas em cuidados,
cruzando sinuosos em seus cavalos...
Reis e Rainhas em postos avançados
vão no controle dos peões plebeus.
No jogo em que se instala a farsa,
o Conselho dos Arcanos marca o tempo,
traçando planos de real defesa...
E na questão crucial dos Jogos de Poder
cruzam-se as linhas, projetando dardos, e
encenam-se peças de Tragédias Gregas.
No desvario das paixões que calam,
escondem-se fantasias do grotesco...
E o que vier define a glória
deste  Jogo inglório!
Tudo como d'antes no " Quartel de Abrantes"...

Guaraciaba Perides.

Para complementar  o texto a bela música de José Afonso " OS  Vampiros"

E para  nós  ,,,"admirável gado novo"   com Zé Ramalho
Nota. Quartel de Abrantes:
referência histórica  à invasão francesa , no século XIX,  de Abrantes, em Portugal, e a ocupação do general francês Junot  ao qual se outorgou o título de Duque de abrantes...como a  corte Poruguesa
se transferira para o Brasil, a vida continuava  como sempre fora para o povo e de onde saiu a frase "tudo como d'antes no quartel de Abrantes"  significando que tudo continuava na mesma...

Pensando em nosso Brasil profundo, nas nossas raízes e  na expectativa de uma nação merecedora de um país tão rico de esperança, possamos criar em nós , junto com a famosa vocação para a felicidade
o esteio político social de ética e transparência para podermos pelo menos sonhar com a justiça que
um dia se fará.



A nossa perspectiva seja sempre do amor prevalecer na transparência do sentimentos ...na grande Avenida Brasil!

25 comentários:

  1. Oi Guaraciaba,haverá sempre essa guerra do poder,em que os falsários
    continuam iguais,como referência histórica à invasão francesa ,no século XIX, de Abrantes,
    Infelizmente é isso que vemos nos grandes poderosos,em que são sempre os ganhadores.
    Bjs -Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Carmen, é verdade, o sentimento de frustração é muito forte, porque ao longo do nossa história sempre a guerra de poder que se faz é sempre privilegiando as camadas privilegiadas sem um esteio sólido e transparente de solidariedade de riquezas reais e de um progresso verdadeiro.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Passando para deixar meu carinho
    desejar uma semana repleta de muita alegria e paz
    Que Deus abençoe vc ricamente todos momentos de
    sua vida....Adoro ter a sua amizade e elogiar seus posts
    felicidades nesse dia das crianças

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Rita, obrigada pela gentileza, Um feliz dia das Crianças com seus lindos netos e uma ótima semana com amor e paz, sempre.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Inteligente, forte e lindo poema, Guaraciaba, simbolizando a vida real.
    Beijos e Paz Profunda!!!

    ResponderExcluir
  6. Inteligente, forte e lindo poema, Guaraciaba, simbolizando a vida real.
    Beijos e Paz Profunda!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Shirley....enquanto eles se engalfinham , nós assistimos o espetáculo deprimente do lobo devorando o lobo.
      Espero que o Brasil seja como sempre maior que isso!
      Um abraço , Paz Profunda!

      Excluir
  7. Beleza de postagem, Guaraciaba.
    O texto poético é fantástico e as músicas escolhidas estão em grande sintonia com a abordagem.
    Infelizmente, tudo continua como d'antes no " Quartel de Abrantes".
    Faço meus os seus votos. Ética e transparência são requisitos primordiais para o progresso de uma nação.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, obrigada. Mas não é assim , como sempre foi nesta nossa pobre república?
      A sensação de já ter visto este filme antes...
      O que falta é Educação de valores...
      Um abraço. Paz e amor!

      Excluir
  8. Oi Guaraciaba!
    Que postagem ótima, de um discernimento incrível, para esta época em que vivemos!
    Uma pena que ainda tudo continua igual, e tenho pra mim que, só com a misericórdia de Deus mesmo!
    Abraços, e uma ótima tarde!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariangela, de fato é uma lástima o retrato de nosso país, dilapidado em seus recursos e com tanto a ser feito em tem termos de multiplicação de riquezas perdidas em negociatas.
      Um abraço, Paz e Amor!

      Excluir
  9. Oi Guaraciaba,obrigada querida amiga pela visita e comentário.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Encontrei seu blog e é uma honra estar a ver e ler o que escreveu, quero felicitar-vos, pois é um bom blog, sei que irá sempre fazer o melhor, dando-nos boas noticias, e bons temas.
    Quero aproveitar a oportunidade para partilhar o meu blog : Peregrino E Servo.
    Vou ficar muito feliz se tiver a gentileza de fazer uma visita ao meu blog.
    PS. Se seguir, fique a saber que irei seguir também seu blog, se o conseguir encontrar.
    António Batalha.
    Parabéns e muitas felicidades.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela presença. Irei visitá-lo.
      Um abraço, Paz e Bem!

      Excluir
  11. Respostas
    1. Oi, Gigi, muito bom recebê-la.Um abraço, Paz e Bem sempre!

      Excluir
  12. Respostas
    1. Oi, Silvio , obrigada. Passo sempre no seu blog, leio suas interessantes crônicas e gosto muito pois em geral tratam-se de crônicas de costumes.
      Um abraço, Paz e Bem!

      Excluir
  13. É, querida Guaraciaba...a história se repete em ondas e ondas que parecem não acabar. Devassidão de Sodoma e Gomorra...? Corrupção do Império Romano? Quem achou que foram soterrados pelo pó do tempo, se enganou, revivemos tudo novamente. Não mais penso que uma marcha de milhões fazendo um grande ato político pela ética seja a melhor escolha...mas sim milhões de pessoas em pequenos atos de ética cotidiana. É ali, na sombra que ninguém vê, que nasce a corrupção, do cidadão anônimo que fura filas, que joga lixo pela janela do carro, que desrespeita o direito dos vizinhos...essa reforma ética é de todos nós, mas há esperança...pois vejo cada vez mais gente em crise, perguntando-se, examinando-se, tentando achar a luz no fim do túnel...é por aí que começa a revolução da ética e do amor.
    Um grande abraço, lhe desejamos um luminoso fim de semana.
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ghost e Bindi...a semente do bem e do ético é semeada, mas as paixões humanas e a ambição permeia toda a história e aqui em nosso país virou doença endêmica a partir da origem e quando o sistema se descontrola percebemos o quanto é frágil os alicerces da nação. Houve um tempo em que se dizia " O brasileiro gosta de levar vantagem em tudo" e isso era considerado um elogio... Dá para entender o presente a partir do passado..
      Um abraço, Paz e Bem!

      Excluir
    2. Pois é, Guaraciaba, cada um a seu jeito, temos que desmoronar o quartel de Abrantes.

      Uma boa semana :)

      Excluir
    3. OI, A.C, infelizmente aqui no Brasil vivemos numa espiral de crises, algumas verdadeiras, outras fabricadas pela ganância de poder político e financeiro... o povo? Ora , o povo!
      Um abraço, paz e Bem!

      Excluir