Amigos

segunda-feira, 6 de julho de 2015

O AMOR NO FEMININO

POEMA  DA  AMANTE

Eu te amo
Antes e depois de todos os acontecimentos,
Na profunda imensidade do vazio
E a cada lágrima dos meus pensamentos.
Eu te amo
Em todos os ventos que cantam
Em todas as sombras que choram,
Na extensão infinita dos tempos
Até a região onde os silêncios moram.
Eu te amo
Em todas as transformações da vida,
Em todos os caminhos do medo,
Na angústia da vontade perdida
E na dor que se veste em segredo.
Eu te amo
Em tudo que está presente,
No olhar dos astros que te alcançam
E em tudo que ainda estás ausente.
Eu te amo
Desde a criação das águas,
Desde a idéia do fogo
E antes do primeiro riso e da primeira mágoa.
Eu te amo  perdidamente
Desde  a grande nebulosa
Até depois que o universo cair sobre mim
Suavemente.

Adalgisa  Nery  ( in  Mundos  Oscilantes, Editora.José  Olympio- Rio de Janeiro ,1962)


CANÇÃO   QUASE  MELANCÓLICA

Parei as águas do meu sonho
Para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
Ficou por cima, a procurar...

Os pássaros da madrugada
Não têm coragem de cantar,
Vendo o meu sonho interminável
E a esperança do meu olhar.

Procurei-te em vão pela terra,
Perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
Por que insisto em te imaginar?

Quando vierem fechar meus olhos
Talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
E que vens, se o tempo voltar.

Cecília  Meireles    ( Obra Poética. Editora José Aguilar, Rio de Janeiro, 1958)


O amor na poesia feminina se reveste de sonho e fantasia.




Futuros Amantes....música de Chico Buarque na voz de Gal Costa









Há música em seus olhos
Quando me fitam
Há estrelas em seus beijos
Quando me beijam
Há eternidade em suas mãos
Quando me tocam...
Em nós o infinito se desdobra

Guaraciaba Perides





25 comentários:

  1. Oi Guaraciaba,o poema da amante é uma declaração àquele que ama e
    fica no segredo e o 2º uma canção que chora pelo amor perdido e quem sabe...um dia voltará.
    O seu há uma musicalidade em cada letra.
    Amei todos.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen, obrigada pelo comentário...o amor feminino em geral tem nuances fortes de eternidade e delicados na expressão...quanto ao meu foi escrito há muito tempo....por volta dos meus vinte anos na descoberta do amor.
      Um abraço

      Excluir
  2. Olá!
    Perdi um pouco do prazer pela escrita... coisas da vida!

    Obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,Merlaine...não deveria perder um prazer tão significativo... já conheço o seu trabalho e gosto de ler o que escreve.... penso que ganhamos muito em reflexão quando colocamos o nosso pensamento na palavra escrita e é um prazer compartilhar e interagir.
      um abraço

      Excluir

  3. Belíssimos poemas, Guaraciaba.
    Vale ressaltar que a beleza dos poemas de Adalgisa Nery e Cecília Meireles não conseguiu ofuscar a doçura e singeleza do seus versos. Lindos demais!
    Penso que na alma feminina o amor sempre se reveste de sonho e fantasia.

    Linda interpretação de Gal costa na música de Chico Buarque.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. oi Vera Lúcia, obrigada pelos comentário, os versos das poetas são profundos ...quanto aos meus trazem a simplicidade da descoberta de um sentimento novo e de uma nova experiência do frescor da juventude (rs) dos vinte anos.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Ola querida amiga,a escolha das poesias,,,,,,,,,perfeita.Teu poema........encantador.Mais uma de tuas belíssimas postagens.Meu grande abraço.SU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oI Suzane, obrigada. Poesias de amor fazem bem à alma.
      Um abraço

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Precioso poema amiga. Feliz finde te deseo. Besitossss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Maria Carmen, obrigada, É preciso cultivar e acreditar no amor.
      Um abraço

      Excluir
  8. OI GUARACIABA!
    OS POEMAS SÃO LINDOS E TEUS VERSOS ENCANTAM.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Zilani.As mulheres amam com delicadeza.
      Um abraço

      Excluir
  9. Dois belos poemas, embora "O amor no Feminino" me tenha seduzido mais.
    Foto e vídeo a condizer. Amei o espaço.
    Bom domingo.
    Beijos, com muito carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Céu, pela presença e pelo comentário.
      Um abraço...feliz semana de harmonia e paz.

      Excluir
  10. Bem escolhidos, os delicados poemas, para representar aqui a alma feminina: a entrega total e infinda!
    Bom domingo, Guaraciaba.
    Um abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lúcia, obrigada, duas grandes poetas de nossa literatura com um conceito profundo do amor eterno.
      Um abraço feliz semana.

      Excluir
  11. Belíssima escolha dos poemas, Guaraciaba.
    O Poema da Amante, certamente faz alusão a almas gêmeas...
    "...em nós o infinito se desdobra"...lindo esse seu poema.
    Grande abraço, amiga!
    Paz Profunda!

    ResponderExcluir
  12. Belíssima escolha dos poemas, Guaraciaba.
    O Poema da Amante, certamente faz alusão a almas gêmeas...
    "...em nós o infinito se desdobra"...lindo esse seu poema.
    Grande abraço, amiga!
    Paz Profunda!

    ResponderExcluir
  13. Belíssima escolha dos poemas, Guaraciaba.
    O Poema da Amante, certamente faz alusão a almas gêmeas...
    "...em nós o infinito se desdobra"...lindo esse seu poema.
    Grande abraço, amiga!
    Paz Profunda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shirley....obrigada. Amar .
      pela eternidade deve ser assim...por isso coloquei a música de Chico


      "não se afobe não que nada é pra já/ o amor é eterno , ele pode esperar

      Um abraço e PAZ PROFUNDA!

      Excluir
  14. Oi Guaraciaba!
    Só agora pude vir te agradecer!
    Mandei suas lembranças sim, e elem retribuíram!
    Obrigada e parabéns pela magnifica postagem!
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Mariangela, é muito bom visitar as alterosas! espero que já esteja tudo bem...talvez neste próximo fim de semana eu vá até Poços saudar as montanhas e os pássaros...eu fico em Andradas.
      Um abraço e obrigada.

      Excluir
  15. Belos Poemas , ressaltam a força do amor de quando uma mulher ama. A singular natureza da mulher é o amor. A prova está em tanta beleza e sensibilidade nesses poemas. Inclusive no que você criou, compacto e intenso. "O infinito se desdobra". quando uma mulher ama. Um grande abraço .

    ResponderExcluir
  16. Oi, Lourdinha, obrigada pelo comentário. A mulher tem por motivo principal de vida o amor em todas as nuances...os meus versos foram feitos aos vinte anos e estavam guardados num caderno.
    Um abraço

    ResponderExcluir