Amigos

sábado, 23 de maio de 2015

CHEIRO DE MATO

Às vezes na cidade, no meio da balbúrdia
do trânsito caótico
e do barulho das buzinas infernais,
do cheiro cinza da fumaça  envenenada...
parada  no semáforo, num lance de delírio,
vem-me ao pensamento águas puras cristalinas
rodeadas por matas ondulantes...,
trazendo-me  à memória olfativa
o refrescante e puro cheiro do mato.
Ah! o cheiro do mato!
Quanto atavismo de antiga lembrança.
da chuva caindo de repente na poeira da estrada
acariciando folhas e flores perfumadas!
Quantos séculos guardados na memória humana
traz em segundos a felicidade de um paraíso perdido
que o homem sonhou e perdeu...
transformando a paisagem limpa e harmoniosa
na mais bizarra, estranha, suja e impura
forma de civilização!

Guaraciaba Perides





Canto dos  pássaros e ipês floridos;


Agora ouça a música "Rancho Fundo"


Por alguns minutos podemos reviver os sons e vivência s da natureza e com certo esforço sentir o cheiro do mato.

30 comentários:

  1. Guaraciaba, vem prá cá rs... Aqui eu tenho cheiro de chuva, canto dos passarinhos, cachorros, uma pata, árvores frutíferas, silêncio e até um galo que de madrugada, às vezes, ouço cantar nas redondezas rs...
    Bem, os vídeos são lindos e Rancho Fundo me fez lembrar meu pai que tocava e cantava essa música.
    Lembranças, lembranças...
    Beijos e Paz!!!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Shirley...você é uma privilegiada...tenho uma casinha em Minas mas está cada vez mais difícil ir para lá...de qualquer modo até há pouco tempo eu ouvia cantar alguns galos no meu bairro aqui em São Paulo e também alguns bem-te-vi e sabiás. Agora está havendo um boom empresarial para construção de apartamentos e estão comprando as casas antigas, derrubando árvores, despejando os pássaros, etc... Agora no Rancho Fundo com um moreno ,,,acho que você faria uma linda poesia...aceita o desafio ? (rs)
    Um abraço e Paz Profunda no seu canto aprazível com a natureza em volta.

    ResponderExcluir
  3. Vivemos no ruído citadino e quase não ouvimos mais essa poluição auditiva à qual já estamos habituados. Faz bem, por vezes, voltar ao canto na Natureza :)
    Abraço, Guaraciaba!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Dulce...acho que o ser humano tem necessidade de voltar à natureza como forma de conectar com a energia vital da Terra...faz bem ao nosso espírito .
      Um abraço

      Excluir
  4. Oi Guaraciaba,como deve ser bom sentir o cheiro do mato,a poeira na estrada e os pássaros
    cantando anunciando um novo dia.
    Muito lindo.
    Bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen...de fato é muito bom, principalmente a alegria da passarada é quase uma oração ao dia que renasce.
      Um abraço

      Excluir
  5. O campo é um regresso às origens e a um local de silêncio dentro de nós! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa, é verdade...nada mais renovador que sentar num campo , fechar os olhos e ouvir o "silêncio", e em conexão profunda fazer a ligação com a terra...depois abrir os olhos e ver o verde , muito verde...
      Obrigada por vir.
      Um abraço

      Excluir
  6. Oi Guaraciaba, este lindo texto me trouxe saudades!
    Estas são as minhas lembranças também. E como eu amo o cheiro do mato, e o barulho das aves!
    Acordo de madrugada e tento ouvir um galo cantando... As vezes escuto, só que logo começa o movimento dos carros e ai minha alegria dura pouco.
    Um grande abraço, e tomara que os pássaros permaneçam!
    Mariangela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariangela...antigamente ouvia uns galos cantando aqui mesmo no meu bairro , em São Paulo,, depois quando me dei conta, já não havia mais. eu costumava ouvir o primeiro e depois aguardava a resposta do segundo mais longe, depois o retorno do primeiro...eles iam espaçando o canto até o amanhecer.Quando levava meu filho na escola ainda no jardim da infância...íamos pelo caminho escutando bem-te -vi e maritacas nos fios elétricos e conversando sobre eles... aqui no Tatuapé. Agora... ficou na saudade
      Um abraço

      Excluir
  7. Quem vive em cidade grande, com civilização nada civilizada,quando a lembrança dos passados anos lhe acomete, pode usar da imaginação, buscando recursos que amenizem a falta da satisfação dos vários sentidos...Ao rever belas imagens e sons, o olfato - como que - se apura mais, e aí,o cheiro do que se quer de volta, penetra até a alma!
    Um texto de vontade explícita, trazendo dois vídeos de encanto puro: LINDO! Meu abraço, Guaraciaba, ótima semana.

    ResponderExcluir
  8. oi, Lúcia... é verdade...sempre a saudade de um outro tempo mais , ouso dizer, limpo. Eu amo demais a minha cidade de São Paulo, sou paulistana, e nos anos 50, 60... já era uma cidade grande e com muito trânsito, mas atualmente passou do nível do absurdo ... não é saudosismo, apenas necessidade das baterias vitais da energia do planeta que devia ser mais respeitado.
    Um abraço '
    '

    ResponderExcluir
  9. La Civilización moderna nos ha traído la monotonía y contaminación de las Ciudades, su cielo gris, su ensordecedor ambiente y su artificiosidad en el entorno.
    Ahora nos damos cuenta que pertenecemos a la Naturaleza, que formamos parte de esos trinos de los pájaros, de ese olor a hierba mojada, de esos árboles que quieren darnos sombras con sus hojas...¡¡¡Hemos cometido tantas atrocidades gratuitas!!! Somos víctimas de nuestra propia codicia y de nuestra voluntaria forma de Vida al servicio de la esclavitud de las agujas de innumerables relojes.
    Precioso Post con los Videos adjuntos.
    Abraços e Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Pedro Luis...é verdade...a construção da História Ocidental, da revolução Industrial se por um lado trouxe o progresso tecnológico e científico melhorando condições de sobrevivência humana, por outro o fez desprezando a natureza deixando de preservá-la e hoje sofremos o impacto desse direcionamento e com certeza tomaremos do nosso próprio veneno...
    Um abraço

    ResponderExcluir
  11. Os cheiros comandam a vida.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pérola... a memória olfativa é poderosa porque resgata as mais antigas sensações e o cérebro registra e quando sentimos falta ele retorna com o o perfume que deixou doce lembrança...
      Um abraço

      Excluir
  12. Sinto-me em paz ao sentir o aroma de mato! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi, Ives. de fato é muito bom sentir e ouvir os sons da natureza...
      Um abraço

      Excluir
  13. Amiga desculpa a demora para visitar seu cantinho.
    Espero em Deus resolver logo a situação que ando passando a algum tempo.
    Uma linda noite beijos no coração.
    Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evanir, obrigada...Deus a abençoe e ilumine.
      Um abraço

      Excluir
  14. Olá Guaraciaba,

    Que delícia ouvir o canto dos pássaros contemplando estes ipês maravilhosos. Altamente relaxante.
    Gosto muito de 'Rancho Fundo'. Linda música e letra.
    E o cheiro do mato, hein? Um cheirinho com gosto de saudade.
    Quanta discrepância entre o mundo moderno e a paz da natureza. A modernidade e os avanços tecnológicos vão destruindo o que há de mais belo e saudável no mundo. Claro que o progresso é necessário, mas deveria haver uma divisão justa entre ele e a preservação da natureza, que nos alimenta e revigora.

    Linda postagem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera Lúcia, concordo plenamente...existe em nós uma saudade intrínseca da vida natural dos barulhos da Terra, por isso os poetas gostam e falam do vento, dos murmúrios dom mar, do canto dos pássaros, do barulho da chuva eles relaxam e acalmam nos dando a certeza do pertencimento.
      Obrigada pelo comentário.
      Um abraço

      Excluir
  15. Um cheiro que chegou até aqui.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles pertencem ao mundo e deles tomam posse para alegria da gente.
      Um abraço

      Excluir
  16. ;Ai de nós que perdemos a cada dia essa felicidade única em nome do progresso insustentável. Que poesia linda, mas me trouxe um pouco medo por que ela é tão real, o ser humano parece não perceber o potencial da natureza e joga fora toda a matriz de vida no planeta. Assim se tornam "sujos e impuros". Chega a doer . Que caia chuva de bençãos nos corações dos que amam a natureza e a preservam. Os vídeos são belíssimos. Adoro Almir . bjs. e obrigada pelo carinho de seus comentários sobre minha mãe. Graças a Deus ela está se recuperando bem. bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourdinha, obrigada pelo lindo comentário, você que é amante da natureza deve apreciar o canto dos passarinhos como ninguém...é uma pena que nos grandes centros há pessoas que se irritam com o canto dos sabiás na madrugada...aqui em São Paulo, saiu até nos jornais comentários de pessoas que reclamam que eles atrapalham o sono... pode isso?.Fico contente de sua mãe já estar se recuperando...nas fotos que você coloca ela demonstra ser uma pessoa muito carinhosa...Um grande abraço para você e outro em sua mãezinha.

      Excluir
    2. Obrigada Guaraciaba . Minha mãe está cada dia melhor. Apesar de ser eu , suspeita pra falar, mas ela é sim extremamente carinhosa, sempre até hoje, é enérgica em suas opiniões, conceitos, e quando tem ainda que ralhar com os filhos, mas de uma doçura sem par. bjs.
      Tudo de bom e maravilhoso pra você. bjs.

      Excluir
  17. Oi Guaraciaba,obrigada pelas palavras lindas deixadas em meu blog.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen...é sempre um prazer!
      Um abraço

      Excluir
    2. Oi, Carmen...é sempre um prazer!
      Um abraço

      Excluir