Amigos

sexta-feira, 1 de maio de 2015

AO SOM DA ORQUESTRA


Ao som da orquestra
No meio da festa
Dançando em pares
de forma harmoniosa
Galantes rapazes e doces meninas.
E  os seus pensamentos
nas asas dos sonhos...
Há brilho dourado
Refulgem cristais
Há risos que ecoam
por todos lados...
Janelas abertas, perfumes de flores
Há muito de vida...há muito de amores.
E a orquestra refina com seus instrumentos
a magia dos sons que embalam a noite...
É sempre uma festa e é sempre alegria
aquilo que há e e traz nostalgia.
Ficou no passado, ficou na lembrança
São tantos os sonhos que foram deixados...
Da festa, a sombra de um tempo distante,
perdeu-se no espaço e nos raios da lua.

O som de uma orquestra, os pares dançantes
Galantes rapazes e doces meninas...

Vídeo com  cenas da novela  "Anos Dourados"
lembrando um pouco como eram os bailes dos anos 50, 60...

Guaraciaba Perides

Para quem se lembra...nostalgia





Uma rosa sempre lembrada nos arquivos da memória.


29 comentários:

  1. Estimada, Guaraciaba.

    Alegrias e recordações, é a tradução deste fenômeno, que chamamos de Vida.
    Desejos de um bom fim de semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi, José Maria....concordo com você...momentos que fazem a vida valer a pena fazem parte de nossa maior riqueza.
    um abraço

    ResponderExcluir
  3. Oi Guaraciaba,voltei ao meu tempo de adolescente.
    Muito lindo seus versos
    bjs e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen, um tempo dos anos dourados, realmente dá saudades, muita sensibilidade romântica , dos livros de Madame Delly, etc.
      Um abraço

      Excluir
  4. Tudo tem seu tempo, é verdade...mas seu poema remete a uma era de gentileza e educação, como não se vê por esses dias. A doçura e o romantismo fazem falta...
    Um grande abraço!

    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ghost e Bindi...em algum momento da história humana algo desandou nos relacionamentos e acredito que a responsabilidade cai sobre a sociedade como um todo e em todos os segmentos que a compõe...mas acredito que em termos de sentimentos e condutas em todas as épocas o homem sempre acusou comportamentos de amores , ódios, cobiças e jogos de poder que em outra épocas eram mascarados pela hipocrisia social; entretanto o que atualmente existe e eu lastimo é o pouco cuidado em transmitir valores para as crianças que ficam à deriva neste poder tudo sem limites; então concordo com vocês, doçura e romantismo fazem muita falta.
      Um abraço

      Excluir
  5. Que tempo bom, Guaraciaba...maravilhoso, romântico, mágico...
    Lindos versos os seus que trouxeram de volta um passado tão bonito.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. oi, Shirley, de fato, uma época onde ainda se sonhava com romance, com olhares e aproximações delicadas, com expectativas...um tempo de delicadeza, enfim...eu fico triste o quanto se perde hoje em dia com a precocidade e crueza com que se relacionam os jovens e não têm sido dado a eles a oportunidade de sonhar.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Nas asas dos sonhos...
    Eu também quero dançar!!!!

    Lindo, lindo, amiga!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lola, de fato, para as meninas da época eram sonhos sonhados...aguardava-se com ansiedade e as roupas eram tão bonitas....ficou na lembrança...e quantos namoros e casamentos se fizeram a partir de bailes românticos.
      Um abraço

      Excluir
  8. Esas orquestas que hacen la delicia de tantas personas y crean ese ambiente mágico de la Noche.
    Esas Fiestas que dejaban risas, alborotos y más de un Amor, nacido al son de la Música y los fuegos artificiales.
    Preciosa Poesía para evocar aquellos tiempos, no tan lejanos, donde las Fiestas marcaron nuestra Juventud.
    Me ha encantado el video de la Novela de Anos Dourados
    Abraços e Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedro Luis, é muito bom lembrar a doçura de uma época, não tão antiga, mas muito diferente.
      Anos Dourados foi uma novela bem interessante porque abordou também não só os costumes de época mas também a agitação política que implantou a ditadura no Brasil, o chamado Anos de Chumbo.
      Um abraço

      Excluir
  9. Oi Guaraciaba. Seus versos trouxeram de volta o encantamento de uma época mágica. Apesar de eu já ter dançado muito, nunca tive o prazer de dançar ao som de uma orquestra e deve ser maravilhoso, mas posso imaginar pelos filmes, e novelas que vejo, como é o caso do vídeo que você postou. O glamour, a emoção explodindo no rosto de jovens. Era tudo muito mais verdadeiro,"Galantes rapazes e doces meninas" ,loucos para experimentar quem sabe o primeiro beijo". Voltei lá na minha inesquecível adolescência. Adorei. Sempre uma brilhante postagem.
    Um abraço. quero te agradecer os comentários lá no blog, eu fico muito honrada e feliz com eles. bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourdinha, visto assim era realmente lindo...na sua juventude acredito que os pares já dançavam soltos...cá entre nós, foi uma benção, porque representou uma liberação muito grande para as meninas que nos "anos dourados" ficavam sentadas esperando o galante rapaz tirá-la para dançar, ai, ai, ai "tomando chá de cadeira " com diziam...O resto era mesmo mágico, pois a expectativa para o romance era muito grande e a emoção bem verdadeira. Adoro a sua sensibilidade na escolha de suas postagens. no blog e no face.
      Um abraço

      Excluir
  10. Obrigada amiga linda pela visita e um ótimo dia.
    bjs
    Carmen Lúcia,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carmen...obrigada pela visita e
      um abraço.

      Excluir
  11. Olá Guaraciaba,

    Que lindoooooooooo!
    Retornei aos meus bailes de outrora. Tudo tão lindo, puro e mágico, tal qual nas cenas do vídeo.
    É verdade que os bailes/festas ficaram para trás, assim como o encantamento neles vivido, mas jamais se apagarão da memória. Basta ouvir uma música da época para que as lembranças aflorem. Ô tempo bom!-rsrs.

    Deliciosa postagem. Amei!

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera Lúcia...uma orquestra com músicas de Ray Conniff, salão iluminado, garotas e rapazes, guardados para sempre na memória...quem viveu esse momento lindo realmente não esquece...
      Um abraço

      Excluir
  12. Para quem viveu nos chamados "anos dourados" sabe bem, o que eles significaram . Dançar ao som das orquestras da época, era a maior diversão que se poderia ter. Em Fortaleza existiu um conjunto musical- Ivanildo e seu Conjunto - que era uma mine orquestra, com Ivanildo no seu famoso saxofone - com um repertório das grandes orquestras americanas... Não havia um final de semana em que a "turminha" não se juntasse, para ir a alguns bailes, nos clubes ou em "casa de família" conhecida, de respeito...Bom demais, rever lances da novela, com cenas ingênuas, bem diversa das de hoje: outra realidade! É isso ai !
    Boa semana, Guaraciaba, meu abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lúcia...nossa expectativas eram realmente muito boas com relação aos bailes...você se lembra do vestido godê guarda -chuva e as violetas na cintura, saltinho cinco, etc(rs)...as vezes alguma coisa saia errado, o galante rapaz não aparecia, dançava com outra, fugia do controle, chá de cadeira, etc(rs).Eu morria de medo do chá de cadeira e achava um horror ficar na prateleira para ser escolhida. A nossa geração foi intermediária entre a passividade dos anos 50 e a liberação dos anos 60...nos bailes da faculdade eu ficava mais com a turma que tocava violão e cantava, era mais minha cara, apesar de todo o meu romantismo.
      um abraço

      Excluir
    2. A saia godê (eu mesma fazia as minhas...) era bem apropriada pro yêyêyê...lrsrs lembro-me bem de tudo isso e sinto saudável nostalgia. Houve uma época que as moças passaram a tirar os rapazes, nos bailes para dançar...eu morria de encabulada...sofria mais que tomar chá de cadeira...Foi mesmo, a fase intermediária! Tudo mudou tanto, em tão pouco tempo...Valeu, recordar...vale sempre! Meu abraço!

      Excluir
  13. Oi amiga quanta sensibilidade e delicadez em teus versos, amei. Nossos bailes eram maravilhosos e ansiávamos em poder fazer 15 anos para debutar e frequentar.
    Carinhoso abraço e venha comentar minha blogagem de hoje sobre rondon. bjks

    ResponderExcluir
  14. Oi Lia... mesmo em viagem você encontra tempo para visitar , ler e comentar nossa postagem Obrigada.
    Um abraço....estou amando ir de carona no seu passeio, amei o luxo da Festa maçônica e logo vou ler sobre Rondon.

    ResponderExcluir
  15. Olá Guaraciaba,passando para desejar um Feliz dia das Mães.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Carmén....UM FELIZ DOMINGO COM AS BENÇÃOS DE DEUS!
      Um abraço

      Excluir
  16. conhecendo o teu blog e já te sigo, gostei muito. bela poesia, tem uma sonoridade quase musical, adorei!!! bjs

    http://metamorfosearsemmedo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jeanne, muito prazer em recebê-la...já,já , vou visitá-la
      Um abraço

      Excluir
  17. Adorei essa nostalgia, Guaraciaba, quando os sonhos se misturavam com qualquer odor, qualquer som, aquele olhar...

    Um beijinho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi A. C....lembranças da juventude e saudades até dos sonhos de então...
      Obrigada
      Um abraço

      Excluir