Amigos

domingo, 23 de março de 2014

FRAGMENTOS

A sombra da bicicleta projetada na parede
Seu aro gira como a roda mágica de um
tempo ainda oculto.
O relógio bate as horas em pauta musical
fazendo contraponto às batidas do coração.
o sonhos perambulam pelas sombras das
pálpebras fechadas e
os olhos da alma estão abertos para as luzes
do amanhã...
na memória os poderes de um tempo em
que o próprio não importa,
não mais que a rosa que se abre ao amanhecer.
.......................................................................

Na memória, a nave central que leva ao altar.
Os bancos polidos, o alvoroço das crianças em fila;
olhares oblíquos de inocência e risos
onde pontuam a sabedoria do instinto,
o reconhecimento...
Tudo tão novo, no entanto, tão antigo,
nas missas de domingo!
O doce sabor da aurora, a sombra da bicicleta
sinalizando o tempo projetado na parede,
na fração do instante,
da vida ainda do porvir!
...........................................................................

O gosto da fruta cravada nos dentes,
o sumo da vida, a esperança espera...
Apenas ser e o ser é tudo;
desde a memória ancestral até o instante
em que permanece no peito
o sol interior da certeza absoluta
dos inocentes.
A música vem de longe e continua...

Guaraciaba Perides


20 comentários:

  1. Bela poesia.
    Bom resto de Domingo e boa semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Antonio. uma ótima semana com lindas poesias na mente e no coração.
      Um abraço

      Excluir
  2. "Os olhos da alma estão abertos para as luzes do amanhã...". Assim é que deve ser, Guaraciaba.
    Poema lindo e profundo, diz muito.
    Beijos amiga!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shirley...são fragmentos de vivências guardadas para sempre na memória, as primeiras descobertas, sensações e sentimentos sob o crivo da maturidade.
      Um abraço

      Excluir
  3. Um poema com a inspiração de uma profunda sensibilidade.
    Lindo.
    Obrigada sempre pela visita e comentário amiga Guaraciaba.
    bjs e um ótimo inicio de semana
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  4. Oi, Carmen... fragmentos de memórias de uma infância tranquila...os seus ícones no frescor de uma vida começando.
    Obrigada pelo comentário.
    Um abraço com rosas de pensamento.

    ResponderExcluir
  5. Que lindo! "o sol interior da certeza absoluta
    dos inocentes."

    ResponderExcluir
  6. Quem dera ao menos a expectativa desse sol permanecesse em nós na maturidade."A musica vem de longe e continua" ... Muito lindo, a suavidade presente.
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourdinha...é verdade, mas de alguma forma esses momentos ficam como esteio de nossa forma de encarar a vida...o que fica em nossa memória é aquela alegria e sempre penso na confiança ímpar que possuíamos com relação à vida .Por isso Jesus dizia que às crianças é Reino do Céu.Fico pensando na responsabilidade dos adultos no trato com as crianças.
      Um abraço

      Excluir
  7. Oi Guaraci, estavas inspirada amiga. Lindo e para refletir ...
    Já estou com saudade de ti no lialendoavida...
    Boa terça-feira ! abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Lia obrigada pelo comentário....sempre vou e vejo a Lia lendo e contando a vida (rs)...agora você cansou da praia e foi fazer alongamento (rs)...O vidão!...assim que tem que ser, viver a vida com leveza e muita sabedoria..
      Um abraço, Paz e Amor

      Excluir
  8. Olá Guaraciaba,

    Uma graça a ilustração do vídeo.
    Quanto aos Fragmentos, puro encantamento, cujas palavras poéticas nos levam prazerosamente a uma viagem pelo túnel do tempo.
    Lindo, amiga!
    Você é fera numa inspiração e a externa com muita sensibilidade.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, muito obrigada...é bom ser apreciada no nosso pensamento, mas acho que todos nós temos memórias gostosas do tempo que éramos assim crianças e tão confiantes. Amo esta música do Chico, João e Maria...lembra muito os nossos sonhos de criança.
      Um abraço

      Excluir
  9. Oi Guaraciaba,obrigada pela visita e pelos comentários.
    Bjs amiga
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  10. Olá amiga!
    Um poema de vida...onde a beleza dos sentimentos e as recordações que marcaram para sempre um ser humano tão belo e cheio de sensibilidade...aqui estão diante dos nossos olhos. Lindo!!!
    Um abraço de amizade e admiração.

    ResponderExcluir
  11. Oi, Maria Emília, obrigada. São nossas lembranças da infância o bem precioso que guardamos, mas além das lembranças o que mais me encanta ao revisitar o passado é o sentimento de confiança e esperança de vida que a criança possui e o encantamento das descobertas.
    Um abraço de paz e amizade.

    ResponderExcluir
  12. ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

    “Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

    ― Cora Coralina...

    Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
    elogiando mais uma vez seu belo post

    ___________Rita!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi,Rita...obrigada pela presença e pela sabedoria da querida Cora Coralina , uma poeta que nos orgulha e nos fala ao coração.Obrigada Rita e uma bela semana de harmonia e alegria.

      Excluir
  13. O universo da memória, sempre povoado de belas lembranças, que chegam aqui como um livro aberto, recheado de poéticas palavras e ilustrações que encantam. Lindo, Guaraciaba, obrigada. Meu abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lúcia...quantas lindas lembranças compõe a nossa memória...a bicicleta. a missa de domingo onde as crianças iam engalanadas (os meninos arrumadinhos e as meninas de uniforme branco de pregas, boina branca de feltro na cabeça e a fita amarela da cruzada infantil, as meninas de um lado e os meninos de outro e entre as alas os olhares, os sorrisos ,as brincadeiras (rs) sob o olhar compassivo e
      amoroso do Pai. No canteiro de casa a roseira abriu, uma linda rosa vermelha...e eu andando de bicicleta e comendo frutas com dentes jovens e fortes...algumas lembranças esparsas...
      Um abraço

      Excluir