Amigos

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

NUM TEMPO... SEM TEMPO

I
A   BOLA  NA  PRAIA

Brincando  com a bola
correndo na praia
a bola escapou e
correndo pro mar
a onda levou...
- Cadê minha bola?
chorou o menino
alguém disse rindo
- HI!   a bola boiou...

A bola lá longe,
o sol lá em cima
brilhando e
a bola vagando
ao longe no mar...

Aí, vem outra onda,
vem lá do horizonte,
possante e mais forte
quebrando na praia
e a bola voltou...


II
ERAM  CINCO  PIRATAS

Eram cinco piratas:
João, Pedro, Ana, Rita
e João  Maria...
soltos na praia de
um tempo sem tempo
Eram felizes e não sabiam...
Soltando pipas ao vento,
roubando fruta madura
Eles, os meninos da praia,
da vida faziam brinquedo.
Na maré mansa, ao sol do dia,
num só momento, de fantasia,
era o bando pirata buscando
o tesouro
da vida escondida...
Num tempo do nunca mais
eram cinco piratas:
João, Pedro, Ana,  Rita
e João  Maria.


Guaraciaba Perides

Para completar,  homenageando crianças , santos e poetas no Centenário do nascimento de
Vinicius de Moraes selecionei esta música: São Francisco na voz de Ney Matogrosso.


31 comentários:

  1. Retornando ao "mundo virtual", encontrando uma bela realidade contada pelas lembranças da infância, todas inesquecíveis, tão "palpáveis" na memória. Simplesmente belas! Não conhecia São Francisco, na inigualável voz do Ney Matrogrosso...adorei! Obrigada, Guaraciaba, pela encantadora partilha. Um abraço, da Lúcia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lúcia! Que prazer tê-la de volta!
      Senti muito a sua falta...que tenha sido proveitoso o seu bicicletar por este mundo de Deus...
      Um grande abraço

      Excluir
  2. Lindas lembranças amiga Guaraciaba.Eu também
    não conhecia essa música cantada por Ney Matogrosso.
    Adorei seu texto.
    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Carmen...são apenas ficção, crianças do coração... a música é de autoria de Vinicius de Moraes e se encontra no disco "Arca De Noé" e ele encantava meus filhos quando eram crianças.
      Um abraço

      Excluir
  3. Adorei ter vindo aqui, Guaraciaba. Muito bonito seu poema!

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia...muito bom recebê-la!
      Um abraço

      Excluir
  4. Neste resgate,uma saudade, crianças e o seu melhor brinquedo:A bola, que poderia ser de borracha, de couro e ou de meia Crianças perdidas (no tempo,sem noção do tempo),por que a brincadeira sempre queria mais tempo. Só mais um pouquinho! e a mãe, que chamava, pra almoçar, para o banho. E só queriam brincar, mas sempre encontrando tesouros.

    Perfeito!!!

    O seu poema, é sempre belo, um acalanto.

    Eu leio e releio, não sei como comentar.
    Sei que traduz alegria, nostalgia,
    e pra estas praias, quero me transportar.
    Um grande abraço .


    ResponderExcluir
  5. A música é linda. Adorei, não conhecia.
    bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lourdinha, obrigada.Fico feliz por ter gostado...estamos em sintonia nos sentimentos.As melhores brincadeiras de infância nos acompanham por toda a vida e as amizades duram para sempre.Uma
      infância feliz é garantia de uma forma confiante de encarar a vida.As crianças da poesia são imaginárias
      mas de certa forma elas existem em algum espaço e tempo...Ney Matogrosso nos surpreende com tanta meiguice e o poeta Vinicius tem um lado maravilhoso de amor às crianças ( ouça as músicas do disco Arca de Noé)
      Um abraço

      Excluir
  6. O mar..o vai e vem da bola, as crianças..a bela música tudo isso faz jus ao nome do blog: reflexão.
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sandra...é isso mesmo, refletirmos como podemos viver como as crianças, num mundo mais leve e mais amigo, valorizando o sonho e a beleza das coisas puras.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  8. Poema lindo com musica fantástica
    então já que td combina vamos curtir
    elogios pelo belo post

    Abraços de bom final de semana

    Bjusss


    . (.") .
    . /█\..└──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Rita, muito obrigada pelo alto astral!
    Um beijo e um abraço .

    ResponderExcluir
  10. Que beleza, querida amiga, gostoso de ler...e lembrar o quanto é bom ser criança. Guaraciaba, beijos!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Shirley, obrigada. Temos de vez em quando, despertar aquela criança que ainda vive em nós e de repente se encontra adormecida.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Vim espreitar estes sonhos feitos poemas e gostei.Adoro o mar e quem não gosta de crianças?!
    Depois, você tem sempre uma música fantástica a acompanhar as poesias.
    Um abraço de Portugal.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  13. Obrigada, Maria Emília... a maravilha do mundo virtual é a possibilidade de conhecer pessoas como você que possui a sensibilidade poética em toda forma de expressar e que vê a vida com poesia implícita e explícita.
    Visitei os seus blogs e vou acompanhá-los.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  14. Passando para te desejar uma ótima semana!!
    Abraços.Sandra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sandra...uma semana de harmonia e alegria.
      Uma braço

      Excluir
  15. Que beleza amiga,estas poesias além de lindas nos remontam ao nosso feliz tempo de infância onde eramos tão felizes e nem sabíamos.A musica escolhida é muito linda também.Meu maior abraço e uma excelente semana.SU

    ResponderExcluir
  16. Oi, Suzane, obrigada! É verdade...as crianças vivem o tempo da fantasia e isto é natural para elas...e deveria ser assim para todas as crianças do mundo em todos os tempos como um direito natural delas de ser feliz sem saber.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  17. Esta tua maravilhosa
    bola na praia, me traz à lembrança
    a bola de meus filhos,
    nas praias do passado.
    Que gostoso!!!
    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lola...as lembranças de nossos filhos quando crianças transformam-se em verdadeiros tesouros...
      Um abraço

      Excluir
  18. Olá Guaraciaba,

    Ficou linda a homenagem através deste vídeo.
    Adorei os poemas. Lindos demais!
    "Num tempo do nunca mais..." De fato, um tempo que foi e que deixa saudades imensas. Época de liberdade, alegria e descontração que somente se vive na infância. Ainda que como adultos alimentemos nossa criança interior jamais voltaremos a viver momentos como os vividos nesta época da vida.

    Parabéns pela doçura destas inspirações.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vera, obrigada. Sua observação é realmente verdadeira, porque naqueles primeiros momentos de vivenciar o mundo não tínhamos ainda parâmetros de comparação e nem fazíamos julgamentos de valor.... era um mundo novinho em folha com tudo para aprender, vivenciar e curtir ou relembrar como dizia Platão.
      Um abraço

      Excluir
  19. Olá Guaraciaba!
    Lindos seus versos, reportou-me a uma época feliz da minha vida, em que meus filhos eram crianças. Quanta alegria! Belas e saudosas recordações que ficam guardadas para sempre.
    Um beijo e meu carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ilca, obrigada...além das nossas próprias lembranças Deus nos presenteia com a lembranças de nossos filhos brincando...um tesouro que acrescenta às nossas vidas um sabor muito maior , agora acrescentado às peripécias dos avós quando crianças e recontados como lembranças aos filhos e netos. imagine o acervo cultural de uma família, as suas lembranças e as nossas saudades...
      Um abraço

      Excluir
  20. OI GUARACIABA!
    DEU PARA SENTIR A FRUSTRAÇÃO DA CRIANÇA QUE PERDE A BOLA PARA O MAR...
    E OS MENINOS PIRATAS, NOS REPORTAM À NOSSA INFÂNCIA, SE MISTURANDO COM A DE NOSSOS FILHOS.
    MUITO LINDO.
    ABRÇS
    http//zenibannitz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Zilani, obrigada...a infância é o tempo da magia onde podemos construir uma "realidade paralela" e é uma maneira que ultrapassa o tempo, pois crianças de todas as gerações encontram suas formas
      de brincar fantasiando a sua realidade. Eu mesma, quando criança, tinha uma convicção oculta que podia voar, não pelo ar , mas flutuar acima do solo (era um segredo só meu) (rs)
      um abraço

      Excluir
  21. Querida amiga
    Hoje vim para agradecer a sua carinhosa visita ao meu cantinho!
    Muito obrigada!
    Me perdoe a minha ausência e cola e copia, mas estou passando pelo momento que preciso saber o que está acontecendo com minha saúde. Tenho certeza que não é nada serio, mas que preciso cuidar um pouquinho maia de mim. Logo voltarei para ler suas postagens com carinho e atenção que elas merecem.
    Desde já agradeço a sua compreensão e apoio.
    De todo o meu coração eu agradeço!
    Com carinho o meu muito obrigado!
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria Alice, obrigada pela atenção e boa sorte nos seus cuidados.
      Um abraço

      Excluir