Amigos

quinta-feira, 18 de abril de 2013

SARAU NA TARDE Florbela e Cecília

SER POETA     FLORBELA ESPANCA

Ser poeta é ser mais alto e ser maior
 
Do que homens! Morder como quem beija
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e Além Dor!

É de ter mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asa de  condor!

É ter fome, é ter sede de infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e cetim...
É condensar o mundo num só grito

E é amar-te, assim perdidamente...
E é seres alma, e sangue e vida em mim...
E dizê-lo cantando a toda gente!

 
 
CECÍLIA  MEIRELES    e sua POESIA
 
 
 
 

18 comentários:

  1. Guaraciaba,
    Há poucos momentos como este, onde os versos fazem viajar. Com Florbela, Cecília e todos os outros, sentimos um toque de magia no peito que emociona muito além das palavras.
    Muito obrigada pelo momento!

    => Crazy 40 Blog
    => MeNiNoSeMJuIz®
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Dulce, obrigada pelo incentivo...realmente Florbela e Cecília são duas poetas que nos emocionam com sua sensibilidade e sempre voltamos a elas quando pedem os nossos corações.
      Um abraço

      Excluir
  2. É exatamente nas mãos de Jesus que devemos nos colocar quando as coisas não vão bem.
    Se a luta está pesada, busque auxílio nele.
    Somente em Jesus encontramos a verdadeira segurança e a verdadeira paz.
    Agradeço o carinho e compreensão pela demora,
    em retribuir sua visita tão carinhosa.
    Deus abençoe seu final de semana .
    Beijos no coração e meu eterno carinho,Evanir..

    ResponderExcluir
  3. E cá estou eu, nesse início de tarde, apreciando, "curtindo", uma postagem com duas poetas de "tirar o fôlego"...Poesias que se prestam tão bem à musicalidade. Gostei dos três vídeos. A voz do "gajo" eu não conhecia, canta bem, o Luis Represas, a bela poesia Perdidamente (que eu também não conhecia). Florbela e Cecília, boa junção de lirismo!

    Conheci Maria Fernanda, atriz, filha de Cecília Meireles, que junto com o ator Rubem de Falco, montaram Romanceiro do Inconfidente (poema épico), de Cecília Meireles, cujo diretor foi meu irmão B. de Paiva. Isso, quando eu ainda morava no Rio de Janeiro.Costumava ir aos ensaios. Foi um belo espetáculo, nos anos 1970.

    Um bom domingo, Guaraciaba, um abraço.


    ResponderExcluir
  4. Fazendo uma correção: é "Romanceiro da Inconfidência" o poema de Cecília Meireles.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Òi, Lúcia, quantas boas memórias você tem sobre a sua experiência com o teatro...
    sobre o Romanceiro da Inconfidência eu tenho uma lembrança muito agradável do meu tempo de professora...nos anos 7O eu trabalhava com alunos de sexta série do ensino fundamental, na época dos anos de chumbo.JUnto com os alunos preparei um lindo jogral
    de um texto do romanceiro sobre a Morte de Tiradentes.Os alunos tiveram um desempenho memorável e o entusiasmo deles foi muito gratificante... Cecília deu bem o recado sobre os desmandos do poder. Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Oi, querida amiga Guaraciaba Perides !
    Estou por aqui, matando a saudade, e me
    deliciando com os teus belos escritos.
    Parabéns. Um fraterno abraço.
    Sinval.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Sinval pela sua gentil presença.Aprecio demais os seus textos poéticos.
      Um abraço

      Excluir
  7. Nossa Guaraciaba,que beleza os vídeos e lindeza de poesia.Como sempre,tua postagem é impecável,dá gosto estar aqui.Uma boa noite e que tenhas uma ótima semana.Beijusss.SU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Suzane...nossas poetas são realmente maravilhosa,Mulheres de fibra cujas poesias possuem muita musicalidade.
      Um abraço

      Excluir

  8. Olá Guaraciaba,

    Adorei conhecer um pouco mais da trajetória de Cecília Meireles. Você trouxe duas grandes poetisas para nos encantar neste belo sarau.
    Os vídeos são ótimos e valem a pena ser acompanhados do princípio ao fim.

    Linda postagem, onde a sensibilidade se destaca e nos envolve.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vera. A postagem foi realmente um pouco longa, mas o vídeo sobre Cecília estava tão bom que não dava para perder a oportunidade de compartilhar e as poesias de ambas, você sabe, são maravilhosas.
      Um abraço

      Excluir
  9. Minhas saudades é muito grande
    de estar sempre presente no seu blog.
    Estou tentando voltar correndo de tanta saudades
    de visitar a todos que tenho muito carinho.
    Eu vivo justificando sempre minha ausência
    fico triste demais a presença de cada amigo (a)
    é muito importante para mim.
    Fico feliz não só de receber ,
    mais de retribuir o carinho que sempre recebi.
    Espero tudo ficar bem em minha vida
    e nunca mais ficar longe de você.
    Eu não estou fazendo uma lamentação
    cada um de nós tem dificuldades ,
    e problemas na vida também.
    Foi a única forma de
    justificar minha ausência falando
    aquilo que realmente estou passando.
    Deus abençoe sua semana .
    Beijos no coração carinhos na alma.
    Evanir..
    Com Cristo tudo eu posso.
    Eu posso suportar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por sua visita, Evanir, sempre tão gentil...Deus sempre lhe dará forças para continuar o seu trabalho de divulgação poética e muito mais por sua generosidade em dar força de incentivo aos poetas.Você sabe que o bem gera o bem e você recebe e receberá em bênçãos divinas.
      Um abraço

      Excluir
  10. Quanta riqueza nestas postagens.Florbela e Cecília.Amei os vídeos mostrando um pouco mais de Cecília Meireles, e a canção que eu não conhecia me envolveu.
    Obrigada, Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Obrigada, Lourdinha.São duas almas lindas com paixão e muita sensibilidade e sempre retorno a elas quando quero me alimentar de poesia.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. Bela escolha, Guaraciaba. Adorei! Beijos!

    ResponderExcluir